Sementes Líricas – plantio 2

Chamada-convite para o projeto “seus poemas são sementes?” ou simplesmente

Sementes líricas

Proposta para a publicação de Livros impressos (em papel, não é e-book) no formato 12×18. 44~48 páginas. Custo da participação para o autor: Regime de partilha.

Os livros terão ISBN, ficha catalográfica e serão feito o depósito legal.

Para ilustrar a capa dos primeiros plantios escolhemos a estilização de um caju. Fruta que é símbolo de nossas raízes no nordeste brasileiro.

Características do material a ser enviado:

* Todo material deve ser enviado unicamente para o email abilioeditor@gmail.com;

* Os poemas não precisam ser inéditos, nem existe exigência de temática, mas é bom ter em mente que para se configurar como livro os poemas precisam ter alguma unidade. Podem ser poemas publicados em outros meios, sem problema, desde que o conjunto ou mais de um terço do mesmo não tenha sido publicado antes como livro.

* entre 30 e 38 poemas de até 25 linhas cada (contando os versos entre as estrofes). Não pretendemos publicar mais de um poema por página nem poemas que ultrapassem para a página segue (maiores que 25 linhas). Assim como não pretendemos publicar trovas e haicais ou outros gêneros breves e brevíssimos; pelo menos, não neste projeto. Fica facultado ao autor inserir à baixo do título uma dedicatória de uma linha apenas.

* Poemas visuais, mallarmenianos, concretos, inovações, ondas, triângulos… Infelizmente, não. Prosa poética, Hummm… também não. Pelo menos, não neste projeto.

– poemas centralizados, só se forem todos;

* Página 03: epígrafe, agradecimento e dedicatória (facultativos, se não enviar, informar que não vai enviar). A dedicatória deverá ter em sua primeira linha: “Dedico estas sementes líricas” (pdf modelo do romeu);

* página 05: prefácio ou apresentação, como dependem de outras pessoas podem ser enviados em caso de seleção. Tanto pode ser prefácio por outrem, como apresentação pelo próprio autor. O título do prefácio “Sementes líricas de (nome do autor). Máximo 1600 caracteres com espaço. Na indicação da autoria do autor do prefácio, máximo 80 caracteres.

* poemas sem título… pelo menos não para este projeto.

Capa:

* Título curto (máximo 15 caracteres contando os espaços) definido pelo autor, em negrito, seguido de “sementes líricas de” sem negrito e nome do autor em negrito – tudo em minúsculas.

* orelha da contra-capa: Foto (opcional) do autor em boa resolução, ou seja, o arquivo deverá ter aproximadamente um mega. Foto apenas de rosto ou com possibilidade que possamos recortar apenas o rosto, mas sóbria, sem óculos de carnaval, ou adereço de festa de aniversário de criança, por exemplo, e sozinho, sem gato, cachorro, pagapaio.., ou mesmo outras pessoas.

* biografia: o espaço destinado a biografia é aproximadamente 450 caracteres com espaço. Enviar dentro deste limite, pois nós não iremos resumir nós mesmos a biografia.

Ela deve ser escrita em terceira pessoa, enfatizando atividades relacionadas ao universo das letras, leituras e literatura. Profissão é bom citar; a atual ou atuais ou principal. Formação acadêmica, se for caso, também; a mais recente. Obras publicadas ou premiações: citar as mais importantes ou as mais recentes. Incluir associações literárias ou culturais das quais faça parte, porém citando poucas. Se você já publicou conosco ou já teve texto selecionando em algum certame pedimos (não é uma exigência) que cite.

* Após a biografia sugerimos que informe um contato: email e/ou link para o perfil do facebook, instagram e/ou blog pessoal. Infelizmente recusaremos link para páginas de editoras, ou similares. Telefone, de jeito nenhum. Endereço postal, muito menos.

* ainda sobre a capa: contra-capa e orelha da primeira capa são espaços que a editora irá utilizar para referir-se ao projeto em questão e/ou dar a conhecer outras atividades que desenvolve, ou publicações, coletâneas, prêmios… (mais ou menos como no anexo).

* o autor não terá sua própria capa, as únicas coisas que poderão ser modificadas na capa da frente é a cor da letra e a fonte.

* Autores podem assegurar a compra de uma quantidade e colocar o patrocínio na contra capa? Mas apenas se seu trabalho tiver sido selecionado e apenas nos exemplares do patrocinador. Demais exemplares dentro dos padrões. Vamos deixar para tratar disso especificamente com os interessados. Entretanto, a possibilidade de patrocínio não faz parte de nossos critérios de eleição.

Critérios de seleção

É importante dizer que não é um concurso ou certame literário, portanto não haverá comissão julgadora nem certificado ou qualquer outra forma de premiação (troféu, medalha etc.). (Embora o autor possa ter o mesmo sentimento ao saber que sua obra foi selecionada, o que diante do público e da comunidade literária corresponda ao status de uma premiação.) A escolha será feita a partir de critérios editoriais. Considerando em primeiro lugar a qualidade literária. Critério sempre arenoso, mas nós somos ambos professores de literatura com mestrado e – mais importante que isso – devoradores de livros desde ‘niños’. De certa forma, o nosso gosto literário vai terminar influenciando na escolha. Embora ter qualidade e serem do gosto possam ser coisas bem diferentes. Some-se a isso o perfil do autor, por exemplo, quanto à militância literária ou ativa participação nos espaços virtuais de divulgação. Definitivamente, se desejar mandar suas sementes é bom saber que contamos com sua ajuda para regar tanto as suas e quanto a dos demais selecionados. Afinal somente assim o projeto vai se manter e poderá publicar mais e mais autores. Esse envolvimento do autor não vale apenas para o “sementes líricas”. Vale para qualquer publicação. Talvez ainda precisemos considerar outros critérios quando formos fazer a escolha mas por hora bastam esses.

Datas e prazos:

Esta chamada corresponde ao recebimento de livros até quando nós aprovarmos 30 títulos. Como não se trata de concurso, os trabalhos serão avaliados conforme sejam recebidos. Embora este plantio se destine a 30, iremos publicar em blocos de 10 títulos. Conforme as respostas ao projeto, a disponibilidade financeira da casa, a quantidade e a qualidade do material enviado, demais textos que nos cheguem poderão já serem o start de um terceiro plantio.

Quais retornos eu terei a partir da seleção e publicação de meu trabalho neste projeto?

Primeiramente, acreditamos que o fato de ser uma publicação com custo baixíssimo para o autor (no máximo R$ 500,00 eventualmente mas raramente zero) já é uma vantagem significativa. Além disso, é importante o autor ter em mente que é uma espécie de projeto trampolim, tanto para o autor quanto para a editora. Um projeto para você mostrar seu trabalho poético e nós o nosso trabalho editorial. De modo que nós estamos audaciosamente minimizando saldo que nos restará após todos os gastos (gráfica, diagramação, isbn, depósito legal, etc.). Por fim, a seleção entre tantos trabalhos, que fatalmente receberemos (para o primeiro plantio forma 203), conferirá ao autor uma espécie de status de premiação ou outorga mesmo que assim não seja. E, por fim do por fim, os retornos de direitos autorais correspondentes a 5% dos exemplares da tiragem (impressos todos de uma só vez ou em grupos de cem conforme a disponibilidade financeira da editora na ocasião e/ou vendas dos exemplares – isso estará em contrato), ou seja, entre 5 e 15 exemplares, os quais o autor pode vender pelo valor que desejar.

Além disso, os autores podem adquirir exemplares adicionais de seu próprio título com desconto de 5% para qualquer quantidade. 10% para pacotes com 25. Para maiores quantidades, o desconto poderá ser maior, dependendo da conjuntura e das oscilações de momento. Infelizmente, a situação política do país não é nada boa. Além disso, os produtos gráficos sempre estão sujeitos a flutuação do dólar.

Nós poderemos ainda propor aos autores publicados que recebam 10 exemplares consignados para serem quitados na editora em até 30 dias após o recebimento, considerando uma porcentagem a ser definida sob o valor de capa. O autor, entretanto, poderá comercializar os exemplares pelo valor que desejar. Acreditamos realmente que exemplares nas mãos dos autores podem ser vendidos por até R$ 25,00. O autor estará à vontade para fazer o preço de seu livro. Afinal, o leitor receberá o exemplar autografado, na hora, e não precisará custear postagem.

É importante lembrar que ao enviar material para um projeto como esse você não está apenas publicando um livro. Você está também se empenhando numa espécie de militância literária. A publicação de sucessivos trabalhos desse projeto vai depender diretamente do retorno que esses primeiros títulos possibilitarem. Acreditamos seriamente que autores estejam dispostos neste tipo de engajamento.

Caso deseje nos perguntar algo, envie-nos email abilioeditor@gmail.com com o assunto “sementes líricas – dúvidas”.

_____________________________________

Registramos aqui nossos agradecimentos a Romeu D’Aguiar (que nos cedeu os poemas para o modelo) e a Denis Girotto (pelo trabalho de melhoria para a capa). Também agradecemos aos 199 autores que enviaram poemas para o primeiro plantio, em especial aos 30 que foram publicados nos anos de 2016 e 2017. Aos amigos de Marabá que tomaram conhecimento em primeira mão do projeto e deram sugestões de melhora, entre eles Claudia Chini e Sinara Cangussu.

Num início difícil do mês de novembro, com os cajus pendurados nas galhas, um suco bem gelado no copo e umas castanhas assadas para petiscar.

dissolucoes

dissolucoes 2

Outras opções de cores:

plantio cor uva   plantio cor azulplantio cor red   plantio cor cinza laranja

 

Comunicado

Saudações Literárias,

Este post é apenas para informar que estamos reorganizando várias coisas por aqui e que a partir do início de março estaremos retomando nossas atividades. Inclusive no que se refere a edição dos livros relacionados com a versão mais recente do Prêmio Literacidade.

É só aguardar mais um pouquinho.

Até lá.

teste de retorno

teste de retorno

sementes líricas selecionadas

Para este primeiro plantio recebemos cerca de 230 originais de exatos 197 autores de quase todos os estados brasileiros de autores portugueses e também de brasileiros residentes fora do Brasil (7 autores).

Achamos importante reproduzir um trecho da nota de Abilio Pacheco, organizador da coleção Sementes Líricas, a ser publicada na página 04 dos volumes do primeiro plantio. Ela traduz de alguma forma o espírito desta nossa louca e ousada iniciativa:

“Um poema é um pequeno repositório de algo porvir, é uma mensagem para o futuro (como o papel na garrafa jogada ao mar), é um leque de possibilidades inimagináveis ainda que nos falte um acelerador de partículas… é uma semente. É uma potência, uma força latente seja no plano pessoal (poetas que se indicam promissores), seja no plano universal (poetas experimentados que buscam novas possibilidades), seja um desejo de achar um caminho (num primeiro livro de poemas), seja o desejo de reconhecimento (mesmo numa publicação fora do grande circuito comercial), seja o desejo de contribuir com a plantação ou semeadura (“a ideia é inovadora e quero dizer que eu apoio”), seja alguma outra possibilidade que não me ocorra agora, mas sei que cada um dos 197 poetas que enviaram poemas comungam de uma mesma ideia: é possível tornar a poesia através do livro impresso em papel acessível aos leitores próximos e distantes em volumes pequenos, bonitos, singelos e leves como um sachê de sementes cujo fruto tanto pode demorar a nascer, como pode não vingar, mas que será entregue à terra, à água, ao sol e ao tempo…”


Eis o primeiro plantio de nossas sementes líricas
01 setembrais: sementes líricas de airton souza
02 borboleta noturna: sementes líricas de agmael lima
03 tempo meu: sementes líricas de ana meireles
04 imperfeita: sementes líricas de andrea pelegrinelli
05 pescador de cantos: sementes líricas de aurineide alencar
06 transbordar: sementes líricas de bruna zerlini
07 caminhar em mim: sementes líricas de cássia bisinoto
08 alma desnuda: sementes líricas de cibele carvalho
09 almaterra: sementes líricas de cleilson ribeiro
10 pequenas pérolas: sementes líricas de cris danois
11 distorções: sementes líricas de morphine epiphany
12 sinapse: sementes líricas de cristiano martins de oliveira
13 nós líricos: sementes líricas de guilherme aniceto
14 coração a bombordo: sementes líricas de domingos dos santos
15 à margem: sementes líricas de flávio machado
16 síntese: sementes líricas de gerson clayton
17 ambrosia: sementes líricas de girotto brito
18 múltiplo um: sementes líricas de maria helena latini
19 nós & a rosa: sementes líricas de hélio sena
20 minhas primeiras sementes líricas de hilda guimaraes
21 de como silenciar canções: sementes líricas de jacqueline salgado
22 sólida solidão: sementes líricas de jucelino de sales
23 antes de mim: sementes líricas de mafalda moreira
24 o poder do verbo: sementes líricas de maria joão pessoa
25 vozes que calam: sementes líricas de mauricio duarte
26 café com canela: sementes líricas de graci sá
27 minhas redes: sementes líricas de neida rocha
28 aquatempo: sementes líricas de wanda monteiro
29 aquarela: sementes líricas de wellyna g. jucá
30 pétala de despedidas: sementes líricas de zanny adairalba

Os livros estarão disponíveis para aquisição em http://www.sementesliricas.com.br, que funcionará como loja e site para que o projeto tenha relativa vida própria.

Esta mesma pode ser encontrada na fanpage do projeto no Facebbok: http://www.facebook.com.br/sementesliricas onde você também pode ver as capas dos livros selecionados.

A pergunta principal deve ser: haverá nova chamada?
Pretendemos, mas tudo vai depender dos resultados deste plantio.
Contamos também com os leitores que poderão adquirir exemplares diretamente com os autores, ou na página do projeto por um valor que não ultrapassará R$ 10,00 (incluindo as despesas de envio).

Imagem

Peregrinações Samantha

image

Metacantos 2015 – 1 lugar

Concurso Literário Metacantos 2015 – 1º lugar
Bordado
Gabriel Percegona – Curitiba – PR

Escrevo como quem faz um bordado.
Na ponta da agulha teço letras,
tranço palavras,
entrelaço frases:
costuro poesia.

Feixes de sentimentos atravessam meu corpo,
irrigam meu coração.
Finos fios os conduzem,
microcapilarmente,
veia por veia,
à palma da minha mão,
à ponta dos meus dedos,
à extremidade da agulha.

A poesia nasce dentro de mim,
me percorre,
me perpassa,
me compõe:
sou poesia enquanto escrevo.
Mas nada é eterno.
É necessário cortar o cordão
que liga criador e criação.
Com o fio da navalha
a
poesia
se
espalha
das linhas da palma da minha mão.