Caros Lene e Abílio,
Gostei da capa da volume IV. Sem os traçados geométricos e labirínticos da ilustração que figura nos volumes anteriores, o labirinto e a geometria da cidade ainda se fazem presentes na foto que me chega.
Evaldo Balbino